segunda-feira, 6 de agosto de 2012


Ruínas repetidas


A vaidade individualiza
indivíduos envaidecidos

O orgulho consome
consumidores orgulhosos

A carne aprisiona
prisioneiros carnívoros

A matéria mata
matadores materialistas

Ruínas repetidas
que corrompem,
que corroem,
que roem
a alma altamente terrível

Ruínas repetidas
de ratos corruptos
que mentem maldosamente
para satisfazer sensações sem sentido,
para conquistar coisas que contaminam
a alma assustadoramente suja

Ruínas repetidas
roendo ratos corruptos
no imundo mundo
dos esgotos esgotados
de almas iluminadas
que almejam amor


Maciel Santos


Nenhum comentário:

Postar um comentário